Viola Tropeira

Trecho da música "Amanheceu Chovendo",que está no Cd "Viola Tropeira" de Ricardo Anastacio a venda pelo  pelo email violatropeira@terra.com.br ou pelo fone: 15 9701-7068             Chat aos domigos à partir das 15h para tirar dúvidas sobre viola            Aulas online        Métodos de Viola com Cd de Rítmos e Ponteados

Agenda de shows Notícias da Viola Quem Somos A Origem Videos e Músicas Folia de Reis Luthier André Luiz Prosa na Serra Viola caipira aulas Letras e Cifras Ponteados de Viola Dicionário Caipira Cornélio, o pioneiro Letras/Compositores Violeiros do Brasil Violeiros Sorocaba Personalidades Tropeiro Luiz Viola Cururu/Cido Garoto Festas e Tradições SP Comidas da terra Fotos Visite Também kuarup Chat sala de prosa Fale com a gente Página Inicial                                                                                

                                                                                                                                                                                                        

Comidas da Terra

 

 

Como fazer um Fogão de Lenha

 

O nome primitivo do fogão a lenha utilizado pelos índios da era  Tucuruba.Na escravatura , enormes , eles cozinhavam tachos e tachos na senzala.

Tucuruba, Binga não sabe , mas esse era o nome do primitivo fogão de lenha usado pelos  índios  , principalmente os timbiras e tupi-guaranis. O fogo feito no chão era protegido por pedras. Sobre elas se assentavam as vasilhas de barro. Ao longo da história o fogão foi sendo modificado e passou a ocupar espaço nas cozinhas das casa do ciclo bandeirantista  .Enormes, cozinhavam tachos e tachos de comida nas senzala. Menores , serviam para assados , pudins e compotas das casas das sinhás . Uma pesquisa revelou que na zona rural de Minas Gerais 96,9% das cassa usam fogão de lenha . Foi a partir desse dado que a Emater-MG decidiu  criar um  novo projeto de fogão que não esfumaçasse a cozinha, economizasse lenha e cozinhasse as refeições com mais rapidez. Foi um sucesso. Seguindo o esquema do fogão v aprimorado pela Emater não há perigo de errar.

 

Veja abaixo o material necessário:

- 500 tijolos

- 1 saco de cimento ( 50 kg)

- 118 litros de cal em pó

- 200 litros de areia média

- 85 litros de brita zero

- 320 litros de terra argilosa

- 1 forno de chapa (50x35x35cm)

- 1 chapa de ferro fundido ( 3 furos, reduções e tampas)

- 6,16 kg de chapa de ferro 16 dobrada

- 1,50 kg de ferro-cantoneira 1 ¼ (1m)

- 450 g de cano galvanizado 3/8

 - 15 cm de caibro (4x8)

- 4 m de ripa (1x4)

- 200 g de prego

- 10 kg de ferro 3/16 (para concreto)

- 15 cm de arame farpado

 

1º Passo:

As lajes de concreto, com espessura de 4 cm, devem ser feitas com 8 dias de antecedência. As lajes  A e B são com os ferros para concreto , e as C e D com arame farpado. O vazio da laje D será do mesmo tamanho da chapa de ferro. Deixe dentes nas bordas, para a chapa não ficar ressaltada, e folga de 0,5 cm em volta da chapa, para dilatação . Pregue nos cantos pedaços de ripa para  que o esquadro não fuja. Prepare o local da construção

 

2º Passo:

Assente os  tijolos até a sétima fiada. No respaldo da sétima fiada espalhe argamassa e assente as lajes A e B, com as faces na posição que foram moldadas. Observe o vazio onde ficará  a grelha .

 

3º Passo :

Disponha os tijolos em cima das lajes . Os tijolos da grelha , em espelho , ficam separados 1,5 cm um do outro. E também nessa fase que se pode assentar a serpentina pra aquecimento de água .

 

4º Passo:

Chumbe ferros-cantoneira na parede do fundo da caixa do forno, que colocada como uma gaveta , correndo nas cantoneiras. Deixe 7 cm por baixo do forno. Fornalha: deixe 33 cm para a largura da fornalha, assentado os tijolos das laterais a 16,5 cm de cada lado do eixo longitudinal. Os tijolos são assentados em espelho , formando paredes duplas ( com vazio de 2,5 cm) nas laterais . Para melhorar a armação , assentar tijolos cortados em sentido transversal .Faça  revestimento interno para a combustão . Faça inclinação nas laterais internas , estreitando o fundo da fornalha para a largura da grelha.Para a argamassa use 18 litros de terra argilosa e 1,8 litros de cal em pó .

 

5º Passo:

Para a chaminé assente os tijolos em espelho , com abertura interna de 15x15 cm . Encha com terra , compactando , até 10 cm abaixo da conexão metálica. Dê acabamento cimentando sobre a terra , e deixe furo para a água de chuva .Conecte a chaminé com a caixa do forno , arrematando na peça metálica com a mesma argamassa do item anterior. Continue a construção por mais 2,8m , e faça um chapéu de proteção contra a chuva.

 

6º Passo:

Os gases quentes são mais leves que o ar externo e, ao subir pela chaminé , causam uma depressão no interior do fogão , que suga novo ar pelo cinzeiro , em continua entrada de ar.     

 

 

CERTA FEITA, COMPREI UM TERRENINHO NUMA CIDADEZINHA COLADINHA COM SOROCABA, ARAÇOIABA DA SERRA, CIDADE DOS LAGOS,ROTAS DOS TROPEIROS........BEM,  NO BAR DO FRAQUITO, COMI UM BOLINHO  DE MILHO COM FRANGO,BEM TEMPERADO, BÃO DEMAIS...... IGUAL O DE ITAPETININGA......... E A LINGÜIÇA FINA PURA ,............ IGUAL SÓ A DE IBIRAREMA PERTO DE PALMITAL, NA REGIÃO . DE ASSIS,...........AQUI VAI UMAS  RECEITINHAS

 

Receitas

 

 

ARROZ-DE-CARRETEIRO.
 

Ingredientes:


½ kg de carne seca;
250 g de lingüiça de carne de porco defumada;
100 g de toucinho defumado cortado em cubinhos;
3 colheres (sopa) de óleo;
1 dente de alho amassado;
1 cebola picada;
2 xícaras de arroz;
2 cubinhos de caldo de carne.
 

Modo de Preparo:

Cortar a carne em vários pedaços e deixar, de véspera, de molho, em bastante água.
Escorrer e enxugar.
Picar em cubinhos.
Retirar a pele da lingüiça, cortando-a em rodelas finas.
Fritar o toucinho, refogar o alho e a cebola.
Acrescentar a carne e a lingüiça, e fritando mais um pouco.
Acrescentar o arroz e o caldo de carne, dissolvido em 4 xícaras de água fervente.
Cozinhar em fogo baixo, em panela tampada, por 20 minutos.
 

 

                             FEIJÃO DE TROPEIRO


Feito e tomado o café-de-tropeiro, chega a hora do almoço. O que o tropeiro vai comer? O mais brasileiro dos pratos: feijão. Saiba como ele cozinhava (se não estiver acampado como ele, então use um fogão-de-lenha).

Ingredientes:

½ xícara de farinha de mandioca
4 colheres (sopa) de óLeo
½ colher (sopa) de tempero mineiro
100 gramas de toucinho defumado em pedacinhos
1 quilo de feijão
1 ceboLa grande picada
5 ovos
Cheiro-verde (cebolinha verde e salsa picadas)



Modo de fazer


Cozinhe o feijão, retirando do fogo antes que o grão se desmanche. Peneirar para escorrer.
Numa panela, colocar duas colheres de sopa de óleo e fritar ligeiramente o toucinho; acrescentar o tempero e a cebola, mexendo sempre.
Reservar.
No restante do óleo, frite os ovos, mexendo rapidamente.
Juntá-los ao feijão e ao cheiro-verde. Por último, pôr a farinha de mandioca e o toucinho e misturar.
 

 

RECEITA DE BOLO DE MILHO DA COMADRE
 

INGREDIENTES -

2 espigas de milho (médias)

 2 xícaras e meia de leite

 2 xícaras de açúcar /

 1 xícara de óleo

 1 colher (sopa) de margarina

 3 ovos

1 xícara de fubá

1 colher fermento .

 

PREPARO -

 

Bater todos os ingredientes no liquidificador, colocar em forma de buraco untada com margarina e polvilhada com açúcar e assar por mais ou menos 50 minutos em forno médio. - BOM APETITE!!

 

 

                       MINGAU DE MILHO VERDE



Ingredientes

1 litro de leite
5 espigas de milho bem granadas
Açúcar até temperar
Uma pitada de sal
 


Modo de fazer
 


Corte o milho e bata no liquidificador com o leite. Coe em um pano fino ou num coador de furos pequenos por 2 vezes. Coloque o açúcar e o sal. Leve ao fogo, mexendo sempre até engrossar. Deixe ferver por 5 minutos. Despeje em travessa ou em taças. Se gostar, polvilhe o mingau com canela em pó. Fica ótimo


              

Arroz com Frango (Galinhada)

 Ingredientes
- 1 galinha caipira (pequena)
- 3 dentes de alho
- 1 cebolas grande
- 3 colheres de sopa de óleo ou azeite de oliva
- 1 lata de milho em conserva
- sal e pimenta a gosto
- salsa picada
- 2 xícaras de chá de arroz
- 6 xícaras de chá de água fervente


Modo de preparar:


Três horas antes, tempere a ave apenas com alho e sal. Leve-a ao fogo em uma panela com o óleo e deixe dourar. Acrescente os temperos (cebola, sal em pequena quantidade, pimenta) e continue refogando, acrescentando água aos poucos, até que a galinha esteja macia. Este é o segredo do sabor do prato. E por quê pouco sal? Porque você já salgou a galinha antes...E sal demais estraga o prato e provoca hipertensão. Portanto, cuidado com o sal!

Quando o frango caipira já estiver macio, junte o arroz. Continue a refogar, mexendo com uma colher de pau, até que o arroz seque e frite.

Junte as 5 xícaras de água ferventes. Quando o arroz estiver quase
cozido, com pouca água na panela, acrescente o milho verde. No final, com o arroz ainda úmido, ponha mais salsa picada, desligue o fogo e tampe a panela. Deixe descansar por 10 minutos. Você pode servir com uma bela salada de folhas: rúcula e alface aceboladas, mais tomate em rodelas.

 

Trecho da música "Amanheceu Chovendo",que está no Cd "Viola Tropeira" de Ricardo Anastacio a venda pelo  pelo email violatropeira@terra.com.br ou pelo fone: 15 9701-7068             Chat aos domigos à partir das 15h para tirar dúvidas sobre viola            Aulas online        Métodos de Viola com Cd de Rítmos e Ponteados

Agenda de shows Notícias da Viola Quem Somos A Origem Videos e Músicas Folia de Reis Luthier André Luiz Prosa na Serra Viola caipira aulas Letras e Cifras Ponteados de Viola Dicionário Caipira Cornélio, o pioneiro Letras/Compositores Violeiros do Brasil Violeiros Sorocaba Personalidades Tropeiro Luiz Viola Cururu/Cido Garoto Festas e Tradições SP Comidas da terra Fotos Visite Também kuarup Chat sala de prosa Fale com a gente Página Inicial

 

webdesign Tai Lara: tai_tai@terra.com.br